Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vamos atirar uma bomba ao destino

Não somos de nos contentar com o que o destino reserva para nós. Sonhamos alto e frequentemente caminhamos fora da estrada.

Laura Palmer - Capítulo 23

C A P Í T U L O  2 3

Querido diário,

 

Estou de volta, mas, pela primeira vez em vários meses, não venho para chorar.

Há quase meia hora que olho para as sombras estranhas que a pouca luz que entra pela janela faz nas paredes do dormitório, sei que isto não interessa, mas é poético e precisas de enteder o contexto, mas contínuando...

Como todas as noites, estou a ter problemas em adormecer. Como todas as noites, memórias do passado tomam conta do meu cérebro.

Mas ao contrário de todas as noites, não há Miguel. Ao contrário de todas as noites, estas memórias deixam-me feliz.

Mateus. As suas mãos. O seu perfume. Os seus olhos. Os seus lábios.

As suas palavras.

Os seus lábios.

(Ainda bem que está escuro, assim a Val não me pode ver sorrir como uma idiota e não volta à carga com as perguntas e com os olhares: Oooooooh, o cupido picou!'')

Bom, percebeste a ideia, Mateus...

Penso que posso dizer que se declarou, literalmente...

Não, não, espera, fui demasiado fria, deixa-me corrigir.

Sabes como era antes de conhecer Miguel, sonhava imenso, acreditava que um dia ía conhecer o rapaz perfeito e ía casar e ser feliz. Depois, e conforme a relação com Miguel ía de mal a pior, concenci-me a mim mesma que não há rapazes perfeitos.

Penso que isso é o normal quando estás numa relação abusiva, convencê-mo-nos a nós mesmas que eles são todos assim, que não vale a pena e que estamos destinadas a viver naquilo para sempre. Tive a sorte de ter que me tirasse do poço fundo onde Miguel me meteu e uma vez fora, não queria mais nada além de distância deles todos.

E depois veio Mateus. Destabilizou tudo desde o princípio. Quebrou todas as barreiras. Fez-me quebrar todas as regras que eu tinha imposto a mim mesma. E ao longo do tempo fez a minha esperança renascer.

Sinto-me de novo uam adolescente a rir como uma idiota porque o rapaz de quem eu gosto parece ter sentimentos recíprocos...

Será que as raparigas adolescentes também ficam todas head over heels quando pensam nos "quase beijos"? É porque aqueles lábios estão a derreter-me toda...

Estou a corar ok.....

 

Há os que valem a pena. Há os que fazem coisas boas por ti. São raros, mas existem.

E devem ser protegídos a qualquer custo, Diário, a qualquer custo...

Estou feliz!

xoxo,

- L

 

________________

É assim, sou uma porcaria com datas, então esqueçam.... Este era suposto sair na quarta, escrevi-o agora em cima do joelho... Nada, nada... Foi uma longa semana, forgive me!

Terça trago-vos um desafio, até lá, um ótimo fim-de-semana!