Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vamos atirar uma bomba ao destino

Não somos de nos contentar com o que o destino reserva para nós. Sonhamos alto e frequentemente caminhamos fora da estrada.

o (não tão) estranho caso dos burkinis ou como querem controlar o que as mulheres vestem, de novo

Antes de começar a dizer obsnenidades sobre a forma como a ''nossa'' Europa toma decisões, queria dizer três coisas:

1º OBRIGADA MI, pelo último post, soube bem como uma caneca de chocolate quente nas noites frias de inverno, e por não me deserdares por causa das minhas indiponibilidades que vêm de quando em quando, sem avisar.

2º as férias estão a terminar: ''YYYYEEEEESSS até que enfim, estou a precisar de horários já'' e ''NNÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOo, tenho medo do próximo ano e só quero poder ler os 10 livros que não consegui ler durante o verão''

3º PORQUE É QUE MATARAM O INÁCIO??! HÃNH??! Pedro Lopes??! As minhas tias ainda não pararam de perguntar ''Quem matou o Inácio?'' a toda a gente...

Pronto, vamos ao que interessa!

 

o (não tão) estranho caso dos burkinis ou como querem controlar o que as mulheres vestem, de novo

 

Andamos a discutir e a ouvir discutir o assunto há semanas a fio, França quer proíbir o uso de burkinis, burkas, niqabs, hijabs e por aí adiante, mulheres já foram obrigadas a despirem-se nas praias francesas; a Itália toma a posição contrária, considerando que a proibição destas peças pode ser tomada como uma provocação e atrair ataques; a Escócia e o Canadá aprovaram o uso do hijab, como farda de trabalho.

Este é um daqueles assuntos extremamente complicados em que temos de ter muito cuidado com o que dizemos e como pensamos porque estão em causa mentalidades, religiões diferentes. Este é um daqueles  assuntos que me davam dores de cabeça e posterior desistência das aulas de filosofia... Mas também é um daqueles assuntos que me enerva profundamente, fazendo-me parecer quase uma panela de pressão, o meu sangue a fervilhar e a deitar fumo pelas orelhas!

Burkas, pronto, percebo, tratam-se de questões de segurança. E a burka e o niqab mostram apenas os olhos de quem os usa e podem ser um impedimento em muitas situações e como a minha mãe enunciou ''podem trazer armas escondidas''. Pronto.

Pronto.

Mas com o hijab, podemos perfeitamente ver a cara da mulher que o usa! Se vão proibir o uso do hijab também têm de proibir as velhotas de usar o lenço na cabeça. Ou o resto da população de usar cachecóis com o gorro dos casacos no inverno, aqueles cheios de pelos. Eu não sei quanto a vocês, mas no inverno com o cachecol e o gorro também só me vêm os olhos. Principalmente se estiver constipada. 

Mas burkinis?? BURKINIS AMIGOS??

Sempre que vou à barragem há mulheres que têm as suas roupas vestidas, e nunca vi a polícia chegar lá e dizer às senhoras para se despirem!

''Se vais à praia é para apanhar sol! E se vais apanhar sol porque andas toda coberta?!'' dizia a minha mãe. 

Não! Eu posso perfeitamente apanhar sol na minha varanda, não preciso de ir à praia para isso! Se vou à praia é para nadar! E se eu quero nadar vestida ou despida, o problema é meu.

''Ah, higiene.''

HIGIENE YOUR ASS!

Vocês sabem quantas mulheres eu já vi nadar ali na barragem de leggings e t-shirt?! Então e leggings e t-shirt são higienicas, mas os burkinis não, é isso?!

Não me digam que agora um comportamento higiénico na praia consiste em usar um daqueles biquinis que só esconde o que tem mesmo de ser escondido. Daqui a nada nada nem os fatos de banho de uma peça podemos usar, porque não é higiénico...

Os políticos gostam da expressão ''contra o nosso estado laíco''...

O burkini nem é uma imposição da religião islâmica, nem surgiu nos países islâmicos! 

40% das pessoas que compram burkinis nem sequer são muçulmanas! Zanetti, a criadora, já vendeu burkinis a judeus, hindus, cristãos, mórmones, ateus, pessoas com complexos com o corpo, pessoas sem qualquer problema, mas que não querem andar despidas, pessoas com problemas de pele, que não podem apanhar sol, até homens!

''Eles têm de se adaptar''

E vocês querem que eles se adaptem a obrigar as mulheres a despirem-se no meio da praia?! Com centenas de olhos nelas e alguns que gritam ''Go home''?! Isso dá vontade é de me fechar em casa e não sair mais, a mim, que uso os biquinis, imaginem a elas...

Concordo que têm que se adaptar, têm que fazer alguns esforços porque estão em países com culturas e tradições diferentes dos deles, nunca poderão ter a vida que tinham lá. Mas isto é uma falta de repeito!

''I am sorry miss, but you havo to take of your clothes'' por acaso isto soa-vos bem?!

Mas estamos numa Europa livre ou não estamos?!

Se estão num país livre, então devia ser-lhes dado o direito, a liberdade, de escolherem o que querem vestir! 

''Ah mas é que eu também não posso andar vestida como quero lá no país deles, também tenho de andar tapada''

Há países maioritariamente muçulmanos onde isso não acontece, primeiro;

Segundo, se vamos fazer só porque o outro faz, então nunca mais saímos do mesmo, nunca mais nos endireitamos! 

E a principal razão por eu achar esta lei uma estúpidez: isto só está a dar mais publicidade para os jiahdistas! Vocês acham que é muito difícil um muçulmano que vê a sua cultura ser posta em causa assim, juntar-se ao Daesh?! 

Mas contínuem, contínuem que vão bem...

 

Alguém me explique só porque é que há tanta gente contra os burkinis porque eu não percebo...

5 comentários

Comentar post