Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vamos atirar uma bomba ao destino

Não somos de nos contentar com o que o destino reserva para nós. Sonhamos alto e frequentemente caminhamos fora da estrada.

Se Tu Viesses Ver-me... // Florbela Espanca

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha, 
A essa hora dos mágicos cansaços, 

Quando a noite de manso se avizinha, 
E me prendesses toda nos teus braços... 


Quando me lembra: esse sabor que tinha 
A tua boca... o eco dos teus passos... 
O teu riso de fonte... os teus abraços... 
Os teus beijos... a tua mão na minha... 

Se tu viesses quando, linda e louca, 
Traça as linhas dulcíssimas dum beijo 
E é de seda vermelha e canta e ri 

E é como um cravo ao sol a minha boca... 
Quando os olhos se me cerram de desejo... 
E os meus braços se estendem para ti... 

 

Hoje não estou inspirada, e vocês já sabem como eu adoro os poemas da Florbela!

On other news, se tiverem uma conta no wattpad (e vontade, claro está) dêm uma vista de olhos à minha recentemente terminada fic, sobre a Saga Storm and Silence de que já vos falei, e deixem o vosso voto, s'il vous plaît!

1 comentário

Comentar post