Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vamos atirar uma bomba ao destino

Não somos de nos contentar com o que o destino reserva para nós. Sonhamos alto e frequentemente caminhamos fora da estrada.

O que vai ser hoje? - 10 curiosidades sobre mim aromatizadas com comida.

bitmoji-20170729033726.png

  1. Não sou fã de coca-cola tem demasiado gás, eu sei que eles agora oferecem viagens e tal, mas esqueçam, não vale a pena. Prefiro ice-tea, sumo natural ou água.
  2. Quando há um aniversário ou uma saída costumo pedir sempre o mesmo, principalmente se não conheço o restaurante. Sou uma rapariga de velhos hábitos.
  3. No final da refeição se tiveres necessidade de arrotar ou seja lá o que for, por favor, nem precisas de cerimónia para te levantares, simplesmente não o faças ao pé de mim e seremos amigos para sempre.
  4. Amo chocolate. Só não me caso com uma tablete de chocolate porque iria passar a minha vida toda com medo que derretesse ou então que alguém a comesse. Já imaginaram o que seria a minha vida? Por isso é que ainda estou solteira!
  5. Como à velocidade da luz e faz-me confusão quem come à velocidade de um caracol. Eu sou anatomicamente diferente dos outros, o meu estomago adaptou-se e desenvolveu uns dentes extremamente fortes (Lamarckismo – Lei do uso ou desuso); na boca quase não preciso de mastigar. É sério, sou um ser único, é impressionante…
  6. Ora não se pode ter tudo e uma pessoa com a idade cansasse. Por norma (99% das vezes, pouca coisa), quando termino a minha refeição, vejo-me obrigada a sentar ou a deitar porque fico muito indisposta, não sei se é culpa da comida ou dos dentes do estômago.
  7. Adoro comer o que os outros cozinham, muito mais do que o que eu cozinho. É compreensível, é muito melhor e dá mais larica ver os outros trabalhar do que nós próprios a fazê-lo. Concordam comigo certamente!
  8. Se algum dia me encontrarem na rua procurem uma pessoa de estatura média-alta com uns “quilotes” a mais, isto porque o meu espelho reflete 50kg, mas eu não acredito nele. Nenhum português deve acreditar! Como acreditar? Se é feijoada, é cozido à portuguesa, é rancho, é marisco, é leitão,…É um grandessíssimo mentiroso. A malvada da rainha devia era ter partido o espelho e não ter envenenado a pobre da Branca de Neve.
  9. Depois de tanta comida tradicional, não há espaço para a internacional, principalmente se for aquela de plástico e agora a nova, a crua. Nah, não há nada como a comidinha das avós.
  10. Estão a imaginar o barulho e o entusiasmo de um castor a roer um tronco, assim sou eu a comer pipocas e batatas fritas e sempre que a minha maninha tenta ser espertalhona e roubar-me, as coisas cá em casa complicam-se…

 

A conta por favor.

Ainda bem que não gosto de café, caso contrário tinha de ficar a lavar pratos. Xiça!  

 

 

 

Atenção: usem os dentes da boca porque as consequências de usar os do estômago são ingratas e severas. Tenham juízo. Façam o que eu digo e não o que eu faço!

bitmoji-20170729061748.png

 

 

Como explicamos a alguém que precisamos de recarregar?

x

Gosto da minha casa.

Está mais fresco dentro de minha casa do que na rua.

Tenho em casa a comida que quero comer.

Tenho nela tudo o que me pertence e que preciso.

A maioria das vezes não há pessoas em minha casa (exceto os meus pais, mas esses não contam neste caso).

Mas ao contrário do que muitos pensam, eu não passo tanto tempo em casa porque gosto imenso de estar em casa.

Há os extrovertidos e os introvertidos, e depois há todos aqueles no meio, como um espectro.

Considero, num auto-diagnóstico, que estou no extremo do extremo direito: sou muito introvertida.

Durante grande parte da minha vida as pessoas diziam que eu era envergonhada, eu acreditava e indicava a timidez como algo que me identificava. Um dia (lembrou-me perfeitamente desse dia) alguém me disse “És introvertida, não és?” Na altura, e durante muito tempo, acreditei que ser tímida e ser introvertida era a mesma coisa, mas depois, um dia, por acaso, descobri que não!

Timidez é ter medo de pessoas por nos sentirmos inseguros ou por sofrermos de ansiedade social. Ainda que esteja constantemente a fazer referência à minha ansiedade social na brincadeira, ela nunca foi diagnosticada, por tanto este não é o caso. Mas estar com muitas pessoas durante muito tempo deixa-me exausta. E preciso de algum tempo sozinha para me ''recarregar''.

Mas grande parte das pessoas não percebe isto.

Se têm um amigo introvertido, por amor a todos os santinhos, não os pressionem a saírem sempre que vos apetece e se eles disserem não, por amor a todos os diabinhos, não os façam sentir como se eles fossem uma seca e as piores pessoas do mundo por não se querem divertir com vocês. Até porque esse não é o caso, garanto-vos!

Nós amamos-vos e agradecemos do fundo do coração que se tenham lembrado de nós para aquela festa fixe ou uma (outra) ida à piscina/praia, mas não vai dar, hoje não: muitas pessoas, uma elevada possibilidade de encontrar pessoas conhecidas (e o terrível terror do “olá” “olá” “tudo bem?” “Tudo e contigo?” “Também” *grilos* *mais grilos* “vá, tchau” “adeus”, também conhecido como small talk), a exorbitante quantidade de possibilidades que as coisas podem correr mal e eu estou a 12%.

Cada vez que me convidam para sair e eu recuso, tenho a minha mãe a perguntar porquê e se está tudo bem e o meu pai a pôr a minha recusa nos termos “ficou a guardar o convento.”

É cansativo porque nós não saímos porque sabemos que se saírmos pode não correr bem, posso estragar a festa e não quero, então vocês vão à vossa saída e eu fico em casa e ficamos todos felizes. E da próxima vez saímos todos outra vez.

Por favor, entendam o lado dos introvertidos, somos sensíveis.

x

 

63ª Edição do Eurovision Song Contest será em Lisboa

(Vídeo em PT)

 

O Festival Eurovisão da Canção em 2018 acontecerá em Lisboa, a 8,10 e 12 de maio, na Meo Arena. A informação foi confirmada oficialmente esta terça-feira.

Espinho, Matosinhos, Santa Maria da Feira, Guimarães, Lisboa e Portimão eram até agora as cidades indicadas como possíveis anfitriãs da Eurovisão. A escolha da Meo Arena não é admiração. É o espaço de que mais se fala desde há alguns meses e o escolhido da União Europeia de Radiodifusão.

Quanto ao Festival RTP da Canção, através do qual será eleita a canção que representará Portugal na final eurovisiva, decorrerá no Pavilhão Multiusos de Guimarães.

A RTP é responsável pelo festival em 2018 como resultado da vitória de Salvador Sobral na recente edição do concurso, cuja final teve lugar a 13 de maio em Kiev.

A canção “Amar pelos Dois” obteve uns históricos 758 pontos e assegurou a primeira vitória de sempre no Festival Eurovisão da Canção, a Portugal.

Já anotaram na agenda? Dias 8, 10 e 12 de maio em Lisboa…depois não digam que não sabiam!

 

 

Até breve e boas férias se for o caso. 

 

 

Pág. 1/5